Brasil é o país com mais crescimento na produção de podcasts - Mundo Podcast 

Brasil é o país com mais crescimento na produção de podcasts

29 julho 2020 Por Mundo Podcast
Brasil é o país com mais crescimento na produção de podcasts

https://www.pexels.com/pt-br/foto/balcao-cadeira-catedra-comodo-1181658/

Todo fim de ano, a empresa Voxnest divulga um relatório sobre o panorama dos podcasts pelo mundo, chamado “The State of The Podcast Universe”. Como em 2020 as transformações aconteceram de forma muito rápida e inesperada, a companhia soltou um relatório parcial no meio do ano, mostrando em números o impacto da pandemia no ramo. A boa notícia é que o Brasil foi o país que mais apresentou crescimento na produção de podcasts em todo o planeta.

Em segundo lugar está o Reino Unido e em terceiro o Canadá. A Colômbia e a Itália fecham o Top 5. De acordo com o estudo, o crescimento no Brasil e nesses outros países se deve a entrada de empresas consolidadas no ramo dos podcasts, o que atraiu mais interesse de patrocinadores e mais oportunidades para produtores independentes.

Mesmo sendo o país com o crescimento mais acelerado na produção, o Brasil está apenas em quinto lugar na lista dos países que mais ganharam ouvintes de podcasts. Nós ficamos atrás da Turquia, da Índia, da Colômbia e da Argentina, respectivamente.

Com o grande destaque para os países da América do Sul em todas as listas, as línguas portuguesa e espanhola foram as que mais cresceram no mundo dos podcasts: 103% mais produções em português e 94% mais produções em espanhol.

O levantamento também analisou a forma como as pessoas consomem os podcasts no mundo e as alterações provocadas pela pandemia. O dispositivo que mais apresentou crescimento no número de ouvintes foi o computador, com 58%. Os celulares e tablets cresceram 32% e a TV teve 28% de aumento. Fechando a lista, aparecem dois equipamentos relativamente novos no Brasil: o smart speaker e o smartwatch, ambos com 11%.

Essa última informação traz boas pistas para os que desejam começar a produzir. O fato de o computador ser o dispositivo que mais apresentou crescimento no consumo de podcasts se deve à menor mobilidade das pessoas por conta da Covid-19. Dessa forma, o podcast deixou de ser algo que acompanha as pessoas em atividades externas, como o caminho para o trabalho ou a ida à academia, sendo trazido para dentro de casa.

Atentos às tendências, os editores do portal de auxílio ao consumidor REVIEWBOX analisam que isso pode trazer mudanças significativas no estilo de podcasts ouvidos e produzidos: “Quando as pessoas começam a ouvir mais podcasts em casa, diminui a necessidade pelo imediatismo do conteúdo. Dessa forma, crescem os gêneros “slow”, como os narrativos e educativos, abrindo novas oportunidades para os produtores, como a gravação de programas mais longos e complexos”, ressalta o analista de rede Gabriel Fernandes.

Essa tendência é comprovada pela pesquisa da Voxnest. As temáticas de podcasts que mais cresceram até agora em 2020 foram educação, artes, sociedade e cultura, música e fitness.