Obrigado por tudo até aqui…

15 maio 2014 Por Thiago Miro
Obrigado por tudo até aqui…

Certamente uma das melhores coisas em se produzir podcast é a interação com pessoas que você não conhece, pessoas com histórias completamente diferentes da sua compartilhando uma mesma paixão, que é ouvir podcast.

Recebi a seguinte mensagem do ouvinte Rafael Rohden e não pude deixá-la passar em branco, ela deve ser publicada.


Olá amigos!

Me chamo Rafael Rohden tenho 24 anos e sou professor de Natação e Educação Física Escolar em Joinville – SC.

Há cerca de um ano ouvi pela primeira vez a palavra podcast pronunciada no programa de rádio mais ouvido em SC e RS. Me despertou a curiosidade e busquei o que havia disponível. Um novo mundo se abriu.

Me tornei um consumidor voraz desta mídia, ouvindo hoje em dia cerca de 3 a 5 horas diárias de podcasts. Vocês já devem imaginar que ouvi grande parte da podosfera nacional, mas ainda há muito o que ouvir para zerar o atrasado.

Mas o que me traz aqui é dizer OBRIGADO. Descobri que sou 35% Nerd e 65% Geek. Conceitos foram quebrados e reconstruídos, opiniões foram revistas e um novo intelecto pode começar a se construir a partir daqui. A minha velocidade de raciocínio aumentou exponencialmente, assim como minha capacidade de concentração. Fora suportar tranquilamente a minha jornada de trabalho de 50 horas semanais com deslocamentos absurdos que consomem 3 períodos diários e estava me levando para um caminho muito “trash”.

No meu dia a dia nunca tive com quem discutir ideias mais profundas e hoje tenho vocês.  Sempre há alguém que levanta minhas questões, e normalmente na ordem que elas surgem a minha cabeça, dificilmente fica algo em aberto e quando fica é fácil: Google.

Se depender de mim a mídia vai continuar crescendo muito, já que sempre que posso indico o podcast para os amigos levando em consideração o episódio que cada um irá gostar mais.

Então OBRIGADO e sigam com este trabalho, e que cada vez mais o marketing das grandes empresas os percebam e que prosperem.


Isso dá ânimo a qualquer um para continuar a produzir seu podcast. Se ao ler o título desse artigo você pensou no “fim”, saiba que é a espoleta para um recomeço.

Então, Rafael, sou quem diz Obrigado.