Po(D)ema #125 - Simplesmente agradeça - Mundo Podcast 

Po(D)ema #125 – Simplesmente agradeça

25 dezembro 2016 Por Mundo Podcast
Po(D)ema #125 – Simplesmente agradeça
  • Música: Elvis Presley – Blue Christmas
  • Duraçío: 2min54s

Fabí­ola Santos

Simplesmente agradeça

Na noite de natal, quando todas as luzes se apagarem e apenas a bruma cintilante das velas se fizer presente, deixe os pedidos de lado e simplesmente agradeça.

Nío fale nada, permita que os pensamentos lhe conduzam pela estrada de bênçíos que você acumulou e esvazie seu coraçío de sentimentos que nío têm razío de seguir adiante.

Mantenha os nós dos dedos atados í queles que compartilham o tempo presente ao seu lado e faça um brinde í  presença desses afetos em sua vida. Eles sío parte daquilo que você se tornou, e isso é o bastante para sentir seu coraçío vibrar. Nem todo mundo tem a sorte de estar cercado de amor-¦

Seus planos, suas conquistas, os desafios vencidos e a sorte acumulada sío frutos do seu esforço, mas também fazem parte da história daqueles que lhe querem bem. Seja grato. Deixe-se pegar pela mío e compartilhe suas vitórias com carinho e gentileza.

Agradeça sua saúde e o tempo que acalma todas as feridas. Nem toda dor é fácil de entender, mas é preciso acreditar que ela tem uma razío de existir. Entregue, com gratidío, seus revezes nas míos de Deus. Ele sabe porque permitiu cada tombo que você levou, e esteve ao seu lado mesmo quando você nío precisou.

Seja grato pelo seu trabalho. Mais que um ofí­cio que lhe garante alguma renda no fim do mês, ele é fruto de uma das maiores escolhas que você fez. Tolere as dificuldades, drible os desafios, suporte com carinho o desgaste fí­sico. Faça o seu melhor e pratique cada açío com amor. O retorno nem sempre é imediato, mas ele chega mais cedo ou mais tarde, só nío perca a fé nem desista dos castelos que você construiu.

Agradeça por seus sonhos, pela capacidade de ousar e querer mais da vida e de você. Batalhe pela alegria e perdoe as miudezas que minam a auto estima e a vocaçío para a felicidade.

Seja grato em abundncia, e se tiver algo a pedir, peça junto tolerncia. Pois é preciso suportar as diferenças e o tempo de cada coisa. Ter paciência com o vazio, com as feridas abertas e com a falta de respostas.

Muita gente se despede de 2016 sofrendo (nío nos esqueçamos de Aleppo e Yemen-¦) e em silêncio oremos por eles. Que haja um novo sol, uma nova manhí, uma nova esperança. Que haja acolhimento e restauraçío. Tolerncia e perdío. E que, apesar de nío entendermos a dor, possamos entregá-la nas míos do Criador. E enfim sermos gratos por isso também-¦ Feliz Natal!