Po(D)ema #77 – E agora, José?

5 maio 2014 Por Mundo Podcast
Po(D)ema #77 – E agora, José?
  • Texto: E agora, José?
  • Autor: Carlos Drummond de Andrade
  • Interpretação: Tiago de Lima Castro (@tianix) – Randomcast
  • Música: Canto de Ossanha – Toquinho e Vinicius
  • Duração: 1min40s

Arte da vitrine: Rodrigo Sena

Carlos Drummond de Andrade - E agora, José?

E agora, José?

E agora, José?
A festa acabou,
a luz apagou,
o povo sumiu,
a noite esfriou,

e agora, José?
e agora, você?
você que é sem nome,
que zomba dos outros,
você que faz versos,
que ama, protesta?

e agora, José?

Está sem mulher,
está sem carinho,
está sem discurso,
já não pode beber,
já não pode fumar,
cuspir já não pode,
a noite esfriou,
o dia não veio,
o bonde não veio,
o riso não veio,
não veio a utopia
e tudo acabou
e tudo fugiu
e tudo mofou,
e agora, José?

Sua doce palavra,
seu instante de febre,
sua gula e jejum,
sua biblioteca,
sua lavra de ouro,
seu terno de vidro,
sua incoerência,
seu ódio – e agora?

Com a chave na mão
quer abrir a porta,
não existe porta;
quer morrer no mar,
mas o mar secou;
quer ir para Minas,
Minas não há mais.
José, e agora?

Se você gritasse,
se você gemesse
se você tocasse
a valsa vienense,
se você dormisse,
se você cansasse,
se você morresse…
Mas você não morre,
você é duro, José!

Euler ETI Euler ETI