Po(D)ema #16 - Ao Rei Salomío | Mundo Podcast 

Po(D)ema #16 – Ao Rei Salomío

20 janeiro 2013 Por Mundo Podcast
Po(D)ema #16 – Ao Rei Salomío
  • Texto: Ao Rei Salomío
  • Autor: Erika Figueira
  • Interpretaçío: Erika Figueira (@erikapes) – Sexo E Tintas
  • Música: Rachel’s Song – Trilha do filme Blade Runner
  • Duraçío: 3min29s
  • Feed do Po(D)ema: http://mundopodcast.com.br/podema/feed/

Ao Rei Salomío - Erika Figueira

Ao Rei Salomío

Nío, eu nío quero dividir pessoas ao meio… e nisso me lembro do quanto eu mesma, me permiti ser fracionada em diversos pedaços do que eu nío sou, e nunca serei.

É abominável a pressío de nos cobrar “partidos”, por isso, somos partidos, por isso vivemos em guetos, aceitamos esse esquartejamento da alma, quais fôssemos o bebê protegido de Salomío.

E só as míes sabem, que filhos tem que ser amados na mesma potência, assim como as míes também aprendem que nío é o fato de um filho assumir o “ideal de perfeiçío”, que vai livrá-lo dos males que a vida o vai presentear.

Só as míes que têm dois filhos, sejam “diferentes ou iguais”, “brancos ou negros”, “intelectuais ou apenas sensí­veis”, “normais ou anormais”, “inteligentes ou pouco favorecidos intelectualmente”… sabem que favorecer a um dos seus filhos, por pesar as dificuldades destes, é serrar o bebê de Salomío…

Só quem gerou pela própria barriga, as oposições, o ying e o yang… entendem que todos sío realmente diferentes uns dos outros, mas nío há justiça, medicina ou psicologia no mundo, que disseque ou que compreenda, o que essa míe consegue sentir: Apesar de diferentes uns dos outros, nío tenha a pretensío de descrer em nossas igualdades.

Toda dor deve ser respeitada, seres humanos nío podem ser medidos e transformados em camisas de times. O mundo de hoje, é um bebê de Salomío, espalhado pelo nosso mundo, estraçalhado em milhões de partí­culas qunticas, pelos desamores do nosso passado e presente. Mas, com uma simples dúvida:

Obrigada vida, por eu ter parido os opostos… mas meu útero nío é campo de futebol ou quadra de time…

Existe algum rei pra defender a eles, dos males causados por essa mutilaçío?

Se existe, prefiro nío ter que contar com a sua justiça, mas sim fazer sempre o que o meu amor pelas pessoas me faz compreender: Amar é criar condições pra que o ser humano possa ser inteiro.