Po(D)ema #21 – Oilima Markirya

25 Janeiro 2013 Por Mundo Podcast
Po(D)ema #21 – Oilima Markirya
  • Texto: Oilima Markirya
  • Autor: J.R.R. Tolkien
  • Interpretação: Flávio Marteleto (@MarteletoFM)
  • Música: The Grey Havens – Trilha do filme O Senhor dos Anéis
  • Duração: 1min54s
  • Feed do Po(D)ema: http://mundopodcast.com.br/podema/feed/

Oilima Markirya - Tolkien

Oilima Markirya (O Último Navio-Casa)

Men cenuva fánë cirya Quem verá um navio branco métima hrestallo círa, deixar a última costa, i fairi nécë os fantasmas pálidos súmaryassë ringa no seio frio dela ve maiwi yaimië? como gaivotas a lamentar? Man tiruva fána cirya, Quem observará um navio branco, wilwarin wilwa, incerto como uma borboleta, ëar-celumessen no mar fluente rámainen elvië em asas como estrelas, ëar falastala, o mar surgindo, winga hlápula a espuma soprando, rámar sisílala, as asas reluzindo, cálë fifírula? a luz desvanecendo? Man hlaruva rávëa súrë Quem ouvirá o vento rugindo ve tauri lillassië, como folhas das florestas; ninqui carcar yarra as rochas brancas grunhindo isilmë ilcalassë, na lua cintilando, isilmë pícalassë, na lua diminuindo, isilmë lantalassë na lua caindo ve loicolícuma; um corpo de vela; raumo nurrua, a tempestade murmurando, undumë rúma? o abismo movendo-se? Man cenuva lumbor ahosta Quem verá as nuvens juntarem-se, Menel acúna os céus curvando-se ruxal’ ambonnar, sobre colinas despedaçadas, ëar amortala, o mar erguendo-se, undumë hácala, o abismo abrindo-se, enwina lúmë a antiga escuridão elenillor pella além das estrelas talta-taltala caindo, atalantië mindonnar? sobre torres caídas? Man tiruva rácina cirya Quem observará um navio partido ondolissë mornë nas rochas negras nu fanyarë rúcina, debaixo de céus partidos, anar púrëa tihta um sol escuro piscando axor ilcalannar sobre ossos cintilando métim’ auressë? na última manhã? Man cenuva métim’ andúnë? Quem verá a última noite?