Po(D)ema #41 – Pai

26 abril 2013 Por Mundo Podcast
Po(D)ema #41 – Pai
  • Texto: Pai
  • Autor: Thiago Dourado
  • Interpretação: Thiago Dourado (@blogdodourado) 4Wingo
  • Música: Party – Trilha da série Dexter
  • Duração: 2min46s

Arte da vitrine: Rodrigo Sena

Este Po(D)ema também foi publicado dentro do Telhacast #70 – O Valor da Vida [PLUS]

Po(D)ema #41 - Pai - Thiago Dourado

Pai

Pai
Você não me ensinou a andar de bicicleta,
Mas me ensinou a levantar a cada vez que caísse.

Pai
Você não me ensinou a comer sozinho,
Mas me ensinou a dar valor a comida que tem no prato.

Pai
Você não me ensinou a dar o no no cadarço,
Mas desamarrou as cadeias internas que me prediam.

Pai
Você não bateu nos que roubavam minhas bolas de gude,
Mas me ensinou a fazer amizades

Pai
Você não ficou falando palavras pra eu ouvir, e assim aprender a falar,
Mas me ensinou a ouvir uma boa música e a falar a verdade sempre e na hora certa.

Pai
Seu nome não está na minha identidade,
Mas está gravado em meu coração.

Pai
Seu sangue não corre dentro do meu corpo,
Mas o que nos une é muito mais precioso que o sangue.

Pai
Quando pedi a cama você me deu outra.
E assim, também, foi com o tênis e as roupas.

Pai
Quando perdi a esperança, você me devolveu.
Quando perdi a família, você a trouxe de volta.

Pai
Quando eu me perdi,
você me encontrou.

Pai
Você não me viu nascer,
Mas foi você que me ensinou a ser.

Pai
O que me dói não é saber que está em uma maca no hospital,
Mas o que me dói é saber que na maca só cabe uma pessoa, e daí não posso deitar do seu lado.

Pai
Tá doendo saber também que a maca não dá pra dois e muito menos pra três pessoas,
Eu só queria deitar no meio, entre você e minha mãe.

Pai
Decidi escrever isto porque foi o que eu disse no dia da visita.
Eu não sei se ouviu, mas tenho certeza que você vai ler assim que voltar pra casa.

Seu filho, Thiago Dourado.

Euler ETI Euler ETI